Recuperação e Limpeza do Pateo do Collegio

Foi um privilégio podermos contribuir com a limpeza do piso deste marco histórico fundado em 25 de janeiro de 1554.

No início, era apenas uma casa de pau a pique onde se reuniam jesuítas – entre eles, Manoel da Nóbrega e José de Anchieta-em busca da catequização dos povos indígenas. Ninguém poderia imaginar que aquela simples construção daria início à maior cidade do Brasil. A data era 25 de janeiro de 1554 e o local viria a se chamar São Paulo em homenagem ao apóstolo de mesmo nome que teria se convertido na mesma data.

A partir dali, foi dada a largada para o crescimento da cidade. O prédio, antes residência dos jesuítas, virou Palácio dos Governadores e teve esta função de 1765 até 1908. Depois, passou por Secretaria de Educação, voltou a ser colégio (relembrando a catequização) e só em 1979 se transformou em Museu Anchieta. O prédio atual quase nada guarda das construções mais antigas. Apenas uma parede lembra os séculos passados. O complexo atual é formado pela Igreja São José de Anchieta, Museu Anchieta, Museu de Arte Sacra dos Jesuítas, Biblioteca Padre Antônio Vieira e Café do Pateo. O espaço é destinado não só à realização de missas, mas também de eventos culturais.

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *